Muito além de outubro, saiba mais sobre a luta pelo combate ao câncer de mama

Tempo de leitura: 4,5 minutos.

 

Já diz a frase popular: com saúde não se brinca! Muito menos com doenças que, se não tratadas, podem levar ao óbito.

Esse é o caso do câncer de mama e diversas outras patologias.

Portanto, mobilizar pessoas e instituições de múltiplos segmentos é essencial. Assim nasceu o Outubro Rosa.

A campanha de abrangência internacional, tem como objetivo disseminar informações e conscientizar sobre o câncer de mama.

 

Afinal, se descoberto em fase inicial, pode ter até 95% de chances de cura.

Sendo assim, é fundamental estar atento e manter os exames em dia.

 

Continue lendo e saiba mais sobre essa luta que vai muito além do mês de outubro.

Cenário do câncer de mama

Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer) o câncer de mama é um dos mais incidentes, especialmente em mulheres.

Além de se caracterizar como um dos tipos mais agressivos da doença.

 

A estimativa é que só em 2021 surjam mais de 66 mil novos casos no Brasil.

Isso equivale a 43,74 casos a cada 100 mil mulheres e a maior incidência tende a ser após os 40 anos.

 

Quando falamos em escala global os novos casos podem chegar até 2,3 milhões.

Número que representa 24,5% dos casos de câncer em mulheres do mundo.

Como diagnosticar?

Antes de tudo é importante ressaltar: nada substitui o exame clínico. Por isso, realize exames com frequência.

Confira abaixo 3 dos exames mais indicados para o diagnóstico:

Ultrassom

A ultrassonografia da mama é o exame mais comum após a realização de uma mamografia, caso tenha apresentado alguma alteração.

 

É o mais indicado para mulheres com mamas grandes e firmes.

Um excelente complemento à mamografia por ser capaz de mostrar nódulos pequenos em mulheres com mamas maiores.

 

Mas vale lembrar: o ultrassom não substitui a mamografia.

Ressonância magnética

É o exame mais utilizado quando existe grande risco da existência de um câncer de mama.

Isso caso seja apresentado alterações na mamografia ou ultrassom.

A ressonância ajuda a confirmar o diagnóstico, identificar o tamanho do câncer e a sua existência em outras partes do corpo.

Biópsia da mama

A biópsia geralmente também é utilizada para confirmar a presença de câncer.

Afinal, é um exame que tem como base amostras retiradas diretamente das lesões de mama.

Assim, é possível observar se existem células tumorais que, quando presentes, confirmam o câncer.

 

Mas vale lembrar: exames de sangue e mamografias devem sempre ser realizados!

Alguns sinais

Assim como a maioria dos tipos de câncer, o câncer de mama é silencioso.

Por isso, é importante observar alguns sinais, são eles:

 

  • Inchaço na mama;
  • Nódulo endurecido;
  • Irritação ou dor na mama ou no mamilo;
  • Inversão do mamilo;
  • Vermelhidão e inchaço da pele;
  • Secreção pelos mamilos.

Nós apoiamos essa luta, apoie você também!

 

Nós apoiamos essa luta e, por isso, reformulamos uma das campanhas mais tradicionais do nosso calendário, a Outubro é 10!

 

Neste ano, das 8h às 20h nos dias 9 e 10 de outubro, todas as compras acima de R$100 realizadas nas lojas físicas da Gazin, terão R$10 revertidos em doações para instituições que atuam no combate ao câncer.

 

Vamos com a gente nessa jornada para transformar vidas?

Clique aqui e confira todas as opções que temos disponível para você!

Deixe uma resposta