Descubra tudo o que nunca te falaram sobre o seu sono!

Tempo de leitura: 3,5 minutos.

 

Dormir é fundamental para a saúde, mas você sabe como funciona o nosso sono e quais os efeitos dele no organismo?

São muitos os mitos (e verdades) sobre essa grande magia que chamamos de sono.

Enfim, chegou a hora de desmistificar algumas coisas a respeito deste assunto.

 

Continue lendo e descubra tudo o que nunca te falaram sobre o seu sono!

O sono piora com o passar dos anos

Segundo especialistas, nós reduzimos cerca de 25 minutos de sono a cada década vivida até os 80, quando a rotina do sono estabiliza.

Isso acontece por inúmeros fatores da rotina, correria do cotidiano, trabalho, etc.

 

Além da mudança de estilo de vida, ao envelhecermos, o sedentarismo e o maior uso de medicamentos são protagonistas na precarização do sono.

Sendo assim, quanto mais envelhecemos, a nossa rotina de sono tende a piorar e ser cada vez mais reduzida.

Dormir pouco aumenta o apetite

Apesar de pouca gente ter conhecimento dessa informação, a lógica é bem simples!

Quanto mais tempo o seu corpo passa acordado, mais ele exigirá energia para enfrentar as horas.

Assim, nasce a fome para suprir nutrientes.

 

Mas, cientificamente falando, isso ocorre porque, ao ter o sono privado, a grelina, hormônio da fome, é liberado em maiores quantidades no organismo.

Mulheres precisam dormir mais que os homens

Durante a infância a necessidade de horas dormidas é igual, independente de gênero.

Mas, após a puberdade, mulheres tendem a precisar dormir mais do que os homens.

Apesar de ser uma diferença pequena, de apenas 20 minutos a mais, é fundamental para a qualidade de vida do gênero feminino.

 

Tudo isso devido a diversos aspectos hormonais, ciclos menstruais e maior propensão a distúrbios como insônia.

Mulheres adultas sofrem mais com problemas para pegar no sono do que homens da mesma faixa etária.

Nestes casos, além da maior carga de descanso, é essencial diminuir o uso do celular e outras tecnologias antes de dormir.

 

Outros aspectos podem influenciar nesse quesito como gravidez, excesso de tarefas, sobrecarga de trabalho, etc.

Uma soneca ideal deve ter 26 minutos

Pode parecer pouco tempo, mas cientistas comprovam: o tempo ideal para uma soneca é de 26 minutos.

Especialmente se for após o almoço ou durante a tarde.

 

Isso porque um estudo realizado mostrou que descansar por essa quantia de tempo aumenta a concentração em 54%.

Além disso, melhora em 34% o desempenho na realização de tarefas.

A comparação foi feita entre pessoas que toparam o teste e pessoas que não possuem o hábito de tirar sonecas.

 

Inclusive, vale lembrar: dormir mais do que isso, apenas durante a noite, caso contrário, o corpo sofrerá o efeito contrário.

Sendo assim, tende a ficar mais preguiçoso.

 

Bom, seja para a soneca da tarde ou para um sono mais profundo durante a noite, é essencial ter à sua disposição um colchão de qualidade!

 

Nisso temos mais de 23 anos de experiência.

Referência no segmento de colchões e estofados, estamos cheios de modelos especialmente desenvolvidos para seu conforto.

 

Conheça nossos produtos! Clique e confira aqui.

 

Enfim, se preferir, vá até o ponto de revenda mais próximo e confira. Clique aqui para encontrar.

 

Mas e aí, quer saber mais sobre a nossa marca?

Siga no Instagram.

Siga no Facebook.

Deixe uma resposta